Do Prazer & Do Gozo ou Do Gozo & Do Êxtase

Tereza2


Do Prazer & Do Gozo ou Do Gozo & Do Êxtase


Vídeo apresentado no Congresso Nacional de Representações de Gênero e Sexualidade
Campina Grande- PB
Junho/2011

Texto
Prof. Dr. Edmundo de Oliveira Gaudêncio

Edição
Prof. Dr. José Carlos Barros Silva


Confira também neste site:


A reprodução de todo o conteúdo deste site é proibida de acordo com a lei 9.610

Saberes e Olhares

Adicione aos Favoritosclip_image001_thumb

clip_image002[3]
This work by Jose Carlos Barros Silva is licensed under a

Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported License

clip_image003[3]

Marcado como: , , , , ,

8 Respostas »

  1. Foi PERFEITO!!!!!!!
    Vocês dois juntos….. sem comentários… 😉

  2. Carlos…esse vídeo está simplesmente maravilhoso,com aquele despecho…nossa viajei,ficou incrível!! Bela parceria vcs dois…afinal não é de hoje que vcs aprontam tanta coisa boa…quero mais…mais…(rsrs…) Bjos ,saudades !!!

    • Olá minha querida Henriqueta. Obrigado por ter apreciado o vídeo e por seu comentário. Sim, estamos com outros projetos em andamento. Logo teremos mais novidades aqui no Site. Saudades também. Volte sempre. Bjs Carlos

  3. Tive a honra de estar presente na comunicação desse trabalho no colóquio de gênero e sexualidade em CG e de ler o trabalho completo. muito forte, antes de sua apresentação, muitos estavam falando de homossexualidade, prostituição, perversões sexuais, todos eloquentes e defendendo uma postura de aceitação da sexualidade das mais variadas formas. Durante a apresentação do vídeo fiquei olhando as expressões dos espectadores, posso falar que até para esses, foi FORTE. A obscenidade é mesmo constrangedora, nesse vídeo, quando visto por uma pessoa só ele (o vídeo) pode ser percebido primeiramente como: lindo, artístico, intrigante… etc. quando visto coletivamente (e principalmente com o som ma altura certa) o que percebi foi o constrangimento. A obscenidade, como posta no trabalho escrito, é quando se exige perceber o que não está em cena, o que está por traz. Vejo com esse vídeo a possibilidade de discutir outras obscenidades: quando os professores percebem dificuldades em seus alunos e não o auxiliam e preferem fazer comentários a não interessados, professores que não estando ma presença de seus colegas de profissão criticam-os pejorativamente, alunos que não procuram saídas para as limitações de alguns mestres e ficam fazendo piadinhas com outros alunos e até mesmo com outros professores, esses mesmos alunos, muitas vezes são os que ficam falando de suas sessões na clinica durante seu estágio, falam até mesmo de sua própria psicoterapia individual, criticando a roupa, a postura de seus terapeutas/analistas e até quanto pagam em suas sessões. São esses mesmos alunos os substitutos (no futuro) desses professores que acabei de falar. O que quero dizer com isso prof. Carlos é que essa obscenidade que foi apresentada na estátua e no vídeo do trabalho se estende a outros lugares e escolhi o nosso departamento para indicar essa pluralidade obscena.
    Por fim gostaria de dizer que não tinha outra possibilidade a não ser a de que esse trabalho ficasse perfeito, como ficou, Edmundo e Carlos uma grande parceria.

    • Uma excelente análise crítica. Não tenho dúvidas que Edmundo é da mesma opinião. Para nós foi uma profunda satisfação apresentar este vídeo em público. Edmundo escreve divinamente. Temos outros projetos na mesma linha. Agradecemos suas palavras, meu querido Helder. Forte abraço e volte sempre. Carlos

  4. Gostei do vídeo e da sua construção. É difícil para o homem entender o orgasmo da mulher em toda a sua extensão quando ele apenas curte um gozo, muito mais fisiológico do que abastrato. Edmundo Gaudêncio foi meu professor de Psiquiatria I e II quando fiz o curso de Psicologia na antiga URNe. É um grande mestre, que soube como ninguém nos ensinar pelo método socrático, sem verdades estabelecidas ou pré-estabelecidas para os fatos do mundo. Na sala de aula o professor Edmundo se misturava com o aluno e o aluno tomava o lugar do professor, num revezamento construtivo para ambos. Estou feliz por ele estar vivo, que Deus lhe dê conforto!

    • Olá Waldir. É muito bom saber que sua trajetória acadêmica foi perpassada pelos ensinamentos do grande Mestre Edmundo. Não tenho dúvidas que que ele ficará bastante satisfeito com seu comentário sobre o trabalho que realizamos. De minha parte, agradeço sua visita e comentário. Seja sempre bem-vindo. Forte abraço. Carlos.

Obrigado por sua visita. Seja sempre bem-vindo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

🔴 FIM DO IMPERIALISMO?

🔴 MODERNIDADE E CRISTIANISMO

🔴 DEMONIOS E ALIENÍGENAS

🔴 PARA ONDE CAMINHA A HUMANIDADE?

🔴 TEORIA DA CONSPIRAÇÃO?

🔴 ASTEROIDE 2002 NT7

🔴MEDO DO APOCALIPSE

%d blogueiros gostam disto: