Matéria – “Maus-tratos a animais causaram polêmica em 2011”

entarradovivoreduz

Filhote foi enterrado vivo pelo dono na cidade de Novo Horizonte, interior de São Paulo

Maus-tratos a animais causaram polêmica em 2011


No início de novembro o cachorro rottweiller Lobo foi preso em um carro e arrastado por vários quarteirões, em Piracicaba, a 160 km da cidade de São Paulo. Ele morreu quinze dias depois por complicações em seu estado clínico. Lobo se tornou um dos assuntos mais comentados no twitter e virou símbolo da luta contra os maus-tratos animais.

Depois da morte do cachorro, ONGs de proteção animal ligadas ao caso criaram uma petição online exigindo punições mais severas para quem maltratar animais. O documento, apelidado de Lei Lobo, pretende mudar as leis brasileiras para que as penas para quem maltrata, abandona ou mata animais sejam mais severas.

Na semana passada, o movimento ganhou ainda mais força. Um cachorro da raça Yorkshire foi agredido e morreu depois de apanhar de uma mulher. Imagens do cachorro sendo espancado foram postadas na internet. Fotos da agressora, uma enfermeira de Goiás,  junto com dados pessoais, como nome completo, RG e CPF,  foram disseminadas rapidamente nas redes sociais com pedidos de justiça contra a "assassina". A agressão foi feita na presença do filho de cerca de 2 anos da enfermeira.  A petição em menos de 5 dias, conseguiu 300 mil adesões e o movimento levou a polícia a abrir inquérito. A enfermeira de Góias deve ser chamada a depor nos próximos dias.

A comoção da sociedade diante de atos de crueldade contra animais levou a uma adesão, acima da expectativa, à petição da lei Lobo. Uma das organizadoras do movimento pela aprovação da lei, Julia Bobrow, afirma que em duas semanas a marca de 77 mil assinaturas foi alcançada. “Esse resultado excelente da mobilização, que começou na internet depois do caso do rottweiller Lobo, permitiu nossa entrada em Brasília e mobilizou parlamentares, que se manifestaram sensíveis e até proativos às demandas.”

Atualmente, a lei que trata de maus-tratos em animais é mesma que legisla sobre crimes ambientais (9.605/98). De acordo com esta lei, maus-tratos contra animais domésticos, nativos ou exóticos caracterizam crime e podem render pena de detenção de três meses a um ano e multa, que podem ser convertidas em penas alternativas, como doação de cestas básicas. “A Lei Lobo surge para criar um contraponto a isto, um avanço para estancar a sensação de impunidade e injustiça que se gerou no país. E como fazê-lo? Primeiramente admitindo que as leis que regem maus-tratos em animais domésticos são insuficientes, inócuas e devem estar desvinculadas da lei de crimes ambientais”, pontua Julia.

Casos recentes de maus tratos animais

O caso do rottweiller Lobo foi emblemático, mas não o único. Titã, nome que um filhote de cachorro ganhou na clínica veterinária que o recebeu após ter sido resgatado, foi enterrado vivo pelo dono na cidade de Novo Horizonte, interior de São Paulo. Ele ficou embaixo da terra por 12 horas.

Em Guarulhos, um homem arrastou seu cachorro por mais de 500 metros enquanto ele estava amarrado no para-choque do carro. O homem alegou que o cão de aproximadamente três anos atrapalhava os vizinhos da rua onde morava. Ele só não foi linchado pela população porque a Polícia Militar o prendeu antes. O agressor, o ajudante-geral Nivaldo José Cordeiro foi multado em R$ 1,5 mil. Seu carro foi multado em pouco mais de 570 reais por falta de habilitação.

A mais de 480 quilômetros da capital de São Paulo, na cidade de Tanabi outro caso de violência contra um cachorro foi notícia. Laica, uma cadela de seis meses teve a mandíbula destruída pelo próprio dono. A cachorra foi salva pela mãe do agressor.

sdgsdfg.gif (14656 bytes)

Fonte: iG/Notícias


Confira também neste Site

A Carta. Por Carlos Barros

A diabolização do outro na modernidade. Por Carlos Barros

A língua culta fica curta. Por Carlos Barros

A morte do senhor Bin. Por Carlos Barros

A morte em nosso inconsciente. Por Carlos Barros

A Primeira Presidenta. Por Maria Rita Kehl

Admiração, Inveja e Amor. Por Flavio Gikovate

Humilhados e Ofendidos: a vingança do Bullyng. Por Carlos Barros

Livrai-nos do Mal. Por Carlos Barros

Náusea: eles ainda mordem a língua contra a Paraíba. Por Carlos Barros

No país do vale tudo. Por Carlos Barros.

Nudez. Por Márcia Tiburi

Os saberes da saúde e os moribundos. Por Carlos Barros

Para além da ilusão: a morte e o corpo na contemporaneidade. Por Carlos Barros

Quando Freud chorou. Por Carlos Barros

Religiosos e Homoafetivos. Por Carlos Barros

Sobre as profecias do juízo final. Por Carlos Barros

Sofia. Por Carlos Barros

Vídeos

Entrevista com Marcia Tiburi em Jô Soares

Entrevista com Durval Muniz

Entrevista com Edmundo Gaudêncio

Entrevista com Clarice Lispector

Ariano Suassuna – Parte 1

João Cabral de Melo Neto – Pt1

João Cabral de Melo Neto Pt2

Carlos Drummond de Andrade


Saberes e Olhares

Adicione aos Favoritosclip_image001_thumb_thumb

clip_image00232
This work by Jose Carlos Barros Silva is licensed under a

Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported License

clip_image00332

Marcado como: , , ,

2 Respostas »

  1. Gente que maltrata animais deveria apanhar até umas horas, isso sim. Gente que faz esse tipo de coisa com animais são pessoas que não tem nada pra fazer mesmo,esse tipo de gente deveria morrer do mesmo jeito que fazem com esses pobres animais que não tem culpa da ignorância do ser humano. E agora me pergunto,onde está o giverno nessas horas se preocupando com o meio ambiente? Eu sei onde estão. Estão bebendo,roubando,enchendo o cú de dinheiro…Que nem esses jogadores de futebol,ganham milhões pra correrem atrás da bola e nem prestam pra marcar um gol,enquanto gente que mora em favela,ganha a vida honestamente ganham uma micharia.E Quem disse que o governa ta ligando pra gente? Eles não estão nem ai,e me respondam uma coisa, quando um animal indefeso mata um ser humano por auto defesa ou por algo que o poróprio dono faz ele é morto e quando um ser humano ignorante mata seu próprio animal a paulada,esfaqueado etc,o que acontecem com esse vagabundos? O Pior de tudo é que não acontece porra nenhuma.

    • Olá, Bruna. Agradeço sua visita e a postagem do seu comentário. Concordo contigo. Devem existir leis rigorosas contra os que praticam este tipo de crime. Mas acredito que, atualmente, começam emergir mais grupos e entidades de defesa dos animais. Grande abraço e volte sempre. Carlos Barros.

Obrigado por sua visita. Seja sempre bem-vindo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

🔴 FIM DO IMPERIALISMO?

🔴 MODERNIDADE E CRISTIANISMO

🔴 DEMONIOS E ALIENÍGENAS

🔴 PARA ONDE CAMINHA A HUMANIDADE?

🔴 TEORIA DA CONSPIRAÇÃO?

🔴 ASTEROIDE 2002 NT7

🔴MEDO DO APOCALIPSE

%d blogueiros gostam disto: