LUTO. Por Carlos Barros

William-Adolphe Bouguereau (1825-1905) - The Day of the Dead

LUTO

Por Carlos Barros

A alma dolorida. A tristeza profunda. Separados pela morte. Saudade encravada no espírito. Esta ausência eternamente presente. Estranha presença no abandono. Sensação do desamparo que atravessa o tempo. Tempo que parece indiferente ao tempo de solidão. Completamente só com minhas lágrimas. Lágrimas de dor. Lágrimas de luto.

Ardilosa Morte! Teu oficio vai muito além. Dividiu-me ao meio. Deixou-me a vida dilacerada e com vontade de cair em teus braços. Arrancou de mim o maior tesouro. Transformo-me em criança fragilizada. Tirou-me o olfato e a visão. Flores sem aroma. Universo sem brilho. Manhosa Morte que mata e deixa seu rastro na vida. Palavras de conforto não aliviam. Preces não consolam.

Lembranças de um sobrevivente. Reminiscências póstumas. A sombra do que se foi.  Objetos que ficaram. Coisas inanimadas não deixam esquecer. Testemunhas de uma história de vida. Duas vidas. Amantes da Vida. Vida de amantes. Procuro o abraço, busco a carícia.  Devaneio sutil. O corpo que tocava meu corpo agora dorme. Para sempre!

Por Carlos Barros


Saberes e Olhares

Adicione aos Favoritos

 This work by Jose Carlos Barros Silva is licensed under a

Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported License

Marcado como: , ,

6 Respostas »

  1. Belíssimo texto… Confrontando com amargas lembranças de quem se foi e deixou a cicatriz, expressas pelas lágrimas derramadas com a dor da partida.

    • Uslânia, fico bastante feliz que tenha apreciado. Aliás, um texto em busco trata de uma questão muito difícil para a grande maioria das pessoas. Mas, como escrevi lá no Facebook, se não podemos vencer a morte, poderemos tentar aprender com ela a amar a vida ainda mais. Obrigado por seu comentário.Seja sempre bem-vinda. Carlos.

  2. Quanta emoção e sentimento! Sinto dificuldade que crer que alguém escreve com tanta propriedade sobre os sentimentos de luto (perda, separação) e não tenha vivenciado essa triste realidade. Voce descreve tudo com muita propriedade, veracidade e sentimento. Não vou te parabenizar por esta obra em respeito a intensa dor que a mesma retrata, mas quero expressar minha admiração. Laura Medeiros.

    • Oi Laura. Agradeço sua visita e o comentário sobre meu texto “Luto”. De fato, todos nós, ao longo da vida, vivenciamos nossas perdas e lutos. A perda sempre provoca em nós uma profunda dor, e isso tanto para uma perda física como para uma perda simbólica. Foi um pouco desta dor que tentei expressar no texto. Mas a morte também nos ensina a amar a vida ainda mais. Volte sempre! E não deixe de comentar sempre que desejar. Seja bem-vinda. Abraço. Carlos.

  3. Manuel Bandeira chamou-a de “a indesejada das gentes”, Fernando Pessoa, no seu poema “Aniversário”, refere que: No TEMPO em que festejavam o dia dos meus anos,
    Eu era feliz e ninguém estava morto. A morte, sem dúvida, é mais do que indesejada, ela é detestada, odienta, tira-nos os entes tão queridos… Comungo também do pensamento de Fernando Pessoa, pois para se ser feliz é necessário tão somente estarmos cercados de pessoas que nos são queridas. Solidão traz lágrimas e as lágrimas só são agradáveis, quando rolam de alegria. Você, meu sobrinho querido, expressou muito bem tudo aquilo que a morte nos rouba! A mim, ela roubou-me vidas preciosas, deixando-me, pois, paupérrima!!!

    • Querida Denize, Manoel Bandeira também diz no fim de um dos seus poemas “…bendita é a morte, pois ela é o fim de todos os milagres…”. Amei suas citações! Tentei descrever um pouco da minha visão do Luto, embora reconheça o quanto é difícil escrever sobre algo que nos escapa. Acredito que a Morte só se ajoelha perante a poesia. Obrigado por seu belo comentário. Beijos! Carlos Barros

Obrigado por sua visita. Seja sempre bem-vindo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Fim do Mundo

Quanto tempo duraria uma Guerra Nuclear

Catástrofes do Fim do Mundo

Cinzas na Lua

Marte destrói Lua

Lua de Sangue e a Profecia do Fim do Mundo

🔴NOSSO MEDO DO APOCALIPSE, CIÊNCIA E RELIGIÃO

%d blogueiros gostam disto: